Por que investir no mercado imobiliário?

Atualizado: 13 de abr. de 2021

Uma das formas de investimento mais tradicionais, o mercado imobiliário é uma opção segura de aplicação financeira


Empreender é uma arte, muito dela embasada em números e estatísticas. Quando falamos de imóveis, imaginamos uma forma de investimento extremamente tradicional. Ouvimos dos nossos pais e avós, como é uma boa forma segura de gerar lucro, devido principalmente ao seu modelo versátil: comprar, construir, alugar, vender ou revender.


Agora, entramos sobre a necessidade de consulta com um especialista.


“A pandemia trouxe uma nova visão para as pessoas sobre suas casas, ao invés de investir em empreendimentos no exterior e viagens, o lar se tornou o foco principal” Explica Vinicio Martini da V3 Soluções Imobiliárias “Entre os principais atrativos, estão espaços maiores, coberturas, além de piscina e varanda. Áreas que proporcionem maior conforto, lazer e segurança dentro de casa”.


Imagine que um conhecido lhe comentou sobre um empreendimento no centro da cidade, com todos esses diferenciais que você procura. Afirmando claramente que vai ser um negócio muito lucrativo. A palavra de pessoas próximas é vista como um fator decisivo na tomada de decisão, porém, não quer dizer necessariamente que sua indicação está observando o negócio da maneira correta.


O que você precisa observar antes de fazer uma aquisição:


Primeiro, converse com um especialista no setor. A análise deles se baseia principalmente no que você quer investir, equilibrada com a oferta do mercado. E, claro, indicações de construtoras e arquitetos confiáveis, tendo em vista o histórico profissional de ambos.

Empreendimentos de saúde, por exemplo, também precisam de uma pesquisa analítica da sua região. Desde o foco na compra de um prédio comercial ou aluguel de salas para consultas. Na hora de encontrar um investimento neste nível, os concorrentes próximos devem ser avaliados, assim como o perfil de clientes que deseja trabalhar – sejam eles para aluguel ou compra de salas.


“Um dos atrativos dos imóveis de luxo é sua modernidade. Em grande parte, são obras recentes” Comenta Vagner Poitevin da V3. “Outro fator impactante na compra, é a alta valorização do dólar e euro, o que torna pouco viável investir no mercado internacional. Normalmente, esse investidor não financia o imóvel, e com as baixas taxas de juros do mercado brasileiro, eles se tornam mais atrativos e rentáveis”.


A valorização do imóvel é relacionada com a sua localização. As regiões vizinhas pesam na hora da compra, crescimento do comércio, escolas próximas e playgrounds são diferenciais para casais construindo família, ou casais com filhos. No entanto, o direcionamento para jovens solteiros é mais focado em vida social, proximidade a universidades e centros culturais – teatro, cinema, shoppings.




18 visualizações0 comentário